O possivel é para os homens ,o impossivel é pra Deus

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Isso foi parte de uma pesquisa,dieta só sobre consulta de um nutricionista.

Período 3 - Alimentos de fácil mastigação
Refeições de consistência normal já podem ser introduzidas na dieta. As porções devem, contudo, ser mantidas
pequenas, e os líquidos tomados apenas nos intervalos das refeições.
É extremamente importante mastigar os alimentos até que estes se encontrem completamente triturados, quando então
podem ser engolidos. As refeições devem ser feitas em 3 a 5 horários diferentes, mantendo-se variantes de baixo teor
calórico e alto teor protéico. Devido a sua consistência muito dura deve-se evitar alimentos grelhados e assados, dandose
preferência aos cozidos.
Recomenda-se cortar as carnes em pequenos pedaços, e deve-se reservar um tempo longo para que as refeições sejam
feitas sem pressa, permitindo uma boa mastigação e uma ingesta de pequenos bolos a cada deglutição. Verduras e
legumes cozidos são melhor tolerados que os crus.
Período 4 - Comer com calma e mastigar bem os alimentos
Nesta fase cada um pode fazer seu próprio cardápio, dentro dos princípios básicos de ingerir alimentos de baixo teor
calórico. A mastigação lenta, e a tomada de pequenos bolos a cada vez, devem se transformar em uma rotina para evitar
vômitos e regurgitação (golfadas). Deve-se evitar fazer outras coisas como ler ou ver televisão enquanto se come. As
refeições devem conter adequadas quantidades de proteínas, carboidratos e vitaminas, e devem ser divididas ao longo do
dia.
Evite deitar após as refeições, bem como ingerir líquidos enquanto se come. Os pacientes ocasionalmente podem vomitar
ou sentir algum desconforto após as refeições. Isto pode ser causado por maus hábitos alimentares, ou por uma insuflação
excessiva da banda. À medida que começa a comer lentamente e a mastigar adequadamente os alimentos, o paciente vai
aprendendo a conhecer os limites de seu novo estômago.
Temos observado que alguns pacientes tentam "driblar o efeito da cirurgia" ingerindo alimentos pastosos e líquidos em
grande quantidade. É bom lembrar que a saciedade será maior com alimentos sólidos e, como o que pretendemos é
diminuir a ingesta para perder peso, as refeições devem basear-se em alimentos "mastigáveis".
Cabe ainda salientar que o açúcar é o grande inimigo da perda de peso. Para promovermos grandes resultados é
importantíssimo que sejam utilizados alimentos sem açúcar, principalmente durante o primeiro ano. Certos alimentos não
são facilmente tolerados no pós-operatório e devem ser ingeridos com mais cuidado ou então triturados para que possam
Dr. Fabio Thuler
http://www.fabiothuler.com.br Fornecido por Joomla! Produzido em: 13 July, 2011, 21:54
ser mais facilmente digeridos. São alimentos que podem ficar impactados na passagem entre o pequeno reservatório
gástrico e o restante do estômago, possibilitando a obstrução e a ocorrência de vômitos. Os alimentos que devem ser
utilizados com mais cuidado são vegetais fibrosos como abacaxi, laranja, tangerina, brócolis, etc; sementes do tipo da
castanha, amendoim, avelãs, etc. Muitos pacientes referem grande dificuldade para ingerir carne vermelha, peito de
frango, pão e outros alimentos que tendem a formar massas mais compactas, exceto quando mastigadas muito
cuidadosamente e em pequenos pedaços. O álcool é uma grande fonte energética devendo sempre ser evitado. Após a
fase de adaptação, o paciente vai aprendendo a interpretar os sinais de seu estômago e a conhecer aqueles alimentos
mais toleráveis.
Dr. Fabio Thuler
http://www.fabiothuler.com.br Fornecido por Joomla! Produzido em: 13 July, 2011, 21:54

Nenhum comentário: