O possivel é para os homens ,o impossivel é pra Deus

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Procure uma nutricionista,sempre ...

Orientação nutricional pós gastroplastia
Pós Operatório Orientação Nutricional
Durante o primeiro mês o paciente deve passar por dieta líquida, seguida de dieta pastosa, conforme orientação da
Nutricionista. O uso de alimentos sólidos precocemente pode forçar os pontos que são dados no estômago, fazendo com
que estes se rompam, permitindo o deslocamento do anel, aumentando o tamanho do reservatório gástrico, ou até a
vazamentos do estômago, predispondo a complicações graves ou dificultando a perda de peso.
A seguir descrevemos a nossa rotina alimentar:
Pós-operatório imediato
Entre 12 e 24 horas após a operação já são introduzidos líquidos em pequena quantidade. Podem ser oferecidos água de
coco, chás, suco de lima e água em quantidades que variam de 50 a 100 ml. O paciente deverá ingerir em pequenos
goles e progredir até sentir-se apto a tomar maiores quantidades. No dia seguinte a quantidade é aumentada à medida
em que a suplementação hídrica que é fornecida por via endovenosa é suspensa.
Usualmente o paciente recebe alta hospitalar entre o segundo e o terceiro dia após a cirurgia, a depender de sua
recuperação e das condições clínicas subjacentes.
Período 1 - Dieta líquida
Nesta fase o paciente deve ingerir exclusivamente líquidos, aproximadamente 150 a 300 ml por refeição. O tipo de líquido
deve conter uma quantidade razoável de nutrientes, devendo para isso ser bastante variada. Pode-se tomar chás,
leite desnatado, iogurte light, sucos de frutas ou vegetais (cenoura, tomate, beterraba), sopas (de verduras, frango ou
carne), mingaus, gelatinas, etc.
É importante que a dieta seja fragmentada por todo o dia, de forma que não sinta fome entre as refeições, nem
sobrecarregue o estômago em uma única tomada. Como o apetite nesta fase costuma ficar bastante diminuído e as
alternativas fornecidas pela nutricionista são bastante variadas, este período é muito mais agradável e confortável do
que se imagina. Não se pode neste período, sob nenhuma hipótese, ingerir alimentos sólidos nem tomar grandes volumes
de líquidos de uma só vez, sob pena de complicações graves.
Período 2 - Dieta Pastosa - Purê
Esta fase se inicia no 15o dia pós-operatório para a banda, e no 20º para a cirurgia de Capella. As refeições com
consistência semelhante à de purê devem ser tomadas em pequena quantidade. Purês de batata, aipim, abóbora, e
outros vegetais podem ser usados, bem como frutas amassada, carne moída, sopas com pequenos pedaços de legumes
e arroz.
Dr. Fabio Thuler
http://www.fabiothuler.com.br Fornecido por Joomla! Produzido em: 13 July, 2011, 21:54
Sucos e chás devem complementar a alimentação diária, com os líquidos sendo administrados nos intervalos entre as
refeições. Os alimentos prontos comercializados para bebês (potinhos) também podem ser consumidos, por
apresentarem a consistência ideal e possuírem nutrientes ricos em vitaminas e proteínas. A quantidade total de líquidos
administrados a cada dia deve ser de pelo menos 2000 ml, divididos em várias tomadas - 200 a 300 ml de cada vez.50
O alimento pastoso também deve ser fracionado em porções de a 70 g.

Nenhum comentário: